*O roteiro desta e de outras peças está disponível em nossa loja no Facebook. Compre o e-book: “Peças para Apresentar na Escola” e o receba por e-mail, contendo instruções para a montagem teatral, além de consultoria particular com o autor. Acesse a loja clicando aqui.

Em agosto de 2009, o professor Davi Oliveira do UNASP, passou-me a missão de adaptar o conto “Trio em Lá Menor”, de Machado de Assis, para o teatro. Eu gosto de adaptações, porém há sempre uma questão acerca para ser definida: o nível de fidelidade.

O conto é sobre uma moça que é cortejada por dois homens e não sabe com qual deles ficar. Simples, universal e atemporal. Então decidi trazer a história para os dias de hoje, enchê-la de citações pop e agregar um núcleo. Depois de toda essa reformulação, o titulo não poderia ser homônimo, a peça foi intitulada “Dó Ré Mi Solidão”.

Cartaz da peça.

A personalidade dos três personagens principais foi mantida. Uma professora de música, um jornalista de 27 anos e um aposentado de 50 anos. A avó do conto virou uma mãe com as mesmas características. E dos coadjuvantes criados temos dois alunos de música, uma solteirona chamada Lucinéia e para fechar com chave de ouro criei Pop, a impagável dona da agência de encontros “Loveme”, onde os personagens se conhecem.

Para ajudar na divulgação da peça foi feito um vídeo-comercial, no qual solteiros reais deram depoimentos como se fizessem parte da fictícia agência de encontros.

O vídeo causou uma verdadeira comoção, pois Álvaro e Davi eram os professores mais populares da faculdade, principalmente pelo fato de serem realmente solteirões. Ficção e realidade andando juntas.

Chegou o dia da apresentação, platéia cheia. Como é de costume do Teatro Hallos, antes da primeira cena houve a abertura em vídeo com os nomes dos atores e dos produtores. A abertura foi feita em modo de animação preto e branco fazendo referência a solidão e de fundo a música “Case-se Comigo” de Isabela Taviani, já que toda a história se resumia em personagens desesperados para casar.

Após a abertura, a peça se iniciou com uma cena cortada entre o depoimento de Marciel (Uziel Santos) e Miranda (Nelson Dias). No decorrer da peça, é narrado de forma cômica como cada um busca por sua alma gêmea. Há uma cena de tango e ainda temos dois musicais, Rogério (Nigel Evans) canta “Amor Maior” de Jota Quest e Laura (Riane Cruz, minha atriz/cantora preferida e parceira de quase todas as peças) canta “Mi Rubi Lânima”, música em italiano de Laura Pausini.

Acomode-se e assista a peça dividida em cinco partes.

“Dó Ré Mi Solidão” foi uma peça inesquecível. Destaque para Mayara Andrade que fez a engraçada Pop. A cena do beijo, do tango e a do Oscar foram antológicas em minha opinião. Espero que tenham gostado e finalizo esse post com o video dos créditos finais que tem como tema “Meu Mundo Caiu”, de Maísa, cantada por Arnaldo Antunes..


Categorias: Adaptação, Literatura, Peças Culturais, teatro, Teatro hallos, Vídeos

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários