Meu Livro – Separados Por Deus

Meu Livro – Separados Por Deus

Não me lembro desde quando eu passei a gostar de escrever, mas sei que foi cedo que tomei o gosto por criar histórias e colocá-las no papel. Observando isto, uma prima sempre me dizia que eu seria escritor e ela acabou acertando em sua previsão.

Foi com 15 anos que escrevi meu primeiro livro: um romance contemporâneo. Mas assim como os demais que se seguiram, ao total foram 11, não o publiquei. Somente a partir do 12º que cogitei a hipótese de me lançar no mercado editorial.

O Histórico do Livro

Escrito em 2008, “Separados por Deus” ficou na gaveta por cinco anos. Foi durante o meu mestrado em Literatura e Crítica Literária que me veio a ideia de publicá-lo, afinal, como mestrando na área literária seria interessante ter um título ficcional catalogado na Biblioteca Nacional.

Após relê-lo e até reescrevê-lo, ainda busquei pela consultoria da professora Maria Rita Barbosa, doutoranda em Literatura pela UFBA. Uma das dificuldades em finalizar o texto é que, com um intervalo de 5 anos, eu tinha a impressão de que fora outra pessoa que o escrevera. Em todo caso, achei que apesar da estranha sensação valia a pena publicá-lo, isto porque passei a entender que é natural o texto se rebelar contra o seu próprio criador. A morte do autor realmente acontece quando se coloca o ponto final.

O Poder da Literatura

Assim que o mestrado terminou, fui para a Bahia no intuito de divulgar e vender o livro. Essa experiência de venda e proximidade com meu público leitor foi bastante interessante porque pude vivenciar os efeitos de um texto literário.

Para cada leitor, o livro chegava de uma maneira diferente. Alguns o liam como uma fonte de ensinamentos bíblicos, outros como uma história de amor, há quem o classificava como puro entretenimento e àqueles que o tratavam como se fosse autoajuda.

emnzarre5

Apresentação do livro em Salvador.

O engraçado é que eu não pensei em nada disso enquanto escrevia. A ideia do livro surgiu durante uma aula na faculdade em que o professores comentou sobre a série “Arquivo X”, falando da divergência dos protagonistas em que um acreditava no sobrenatural enquanto o outro era cético. Na mesma semana, ouvi – não lembro onde – alguém dizer que quando os primeiros homens pisaram na lua um passou a acreditar em Deus enquanto o outro passou a desacreditar.

Sinopse

Juntei então estes dois argumentos e criei “Separados Por Deus”, o qual conta a história de um casal que se conhecem desde criança. Os dois são ateus, mas em determinado momento, após alguns acontecimentos, como a viagem ao Equador, a noiva passa a duvidar se Deus realmente não existe, o que acaba criando um conflito na relação porque o noivo é um ateu militante que quer converter todos ao ceticismo.

O conflito ideológico entre criacionismo e evolucionismo acaba prejudicando a relação a um ponto em que eles terão que decidir se abrem mão do que acreditam para manter o relacionamento, ou se continuam a defender suas crenças sob o preço da separação.

Comprar “Separados Por Deus”

Como dito, essa é uma história que pode ser lida pelos mais diferentes ângulos. Então convido a você a vivenciar esta leitura e descobrir para que lado o texto irá lhe levar.

Para adquiri-lo, é só clicar aqui. Comprar na nossa loja virtual do Facebook é fácil, rápido e seguro. Basta escolher o produto, a forma de envio e pagar com o cartão.

Para frete superior a 17 reais, marcar a opção “Frete Fixo”. E caso compre também um dos nossos e-book (“Peças teatrais para a Igreja” e/ou “Peças Teatrais para a Escola”), saindo o valor total por  40 reais, o frete é grátis.

Para pagamentos por meio de transferência bancária, entrar em contato através do e-mail: uziel.santos@gmail.com

Trecho Inicial

Existe um sentimento que só se tem uma única vez na vida. Allan teve esse sentimento aos cinco anos de idade quando voltava da igreja com a sua avó. Três casas antes da sua e o estouro. Mesmo sabendo o que havia acontecido, Vó Benedita não conteve o outro estouro, o do seu coração. Tragédia anunciada. Segurou com mais força no braço do franzino neto, correu até sua casa, abriu o cadeado da grade com mãos trêmulas e apressadas, como a sorte continuava ao seu lado, acertou a chave da porta também na primeira tentativa. Ao acender a luz, a morte de Deus para Allan. Ele teve aquele sentimento único de quando se perde a pessoa que mais ama no mundo. Seu jovem pai estava ali, imóvel, morto.

Separados Por Deus

Clique na imagem para comprar o livro.

Mais informações sobre o livro: Editora EGBA, 214 páginas, 296 gramas, 20 cm.

Compartilhe:

Comente via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *