Como já expliquei em outros posts, Malta é um país composto por três ilhas, a mais populosa é a que chamamos de Malta, enquanto as outras se chamam Gozo e Comino. Como se trata de um passeio que requer muitos deslocamentos, e o transporte público é meio demorado, o melhor é contratar um tour.

Tive a sorte de ser convidado pela Hello Malta Tours, agência que cada dia da semana leva os turistas para lugares diferentes. Veja no site oficial todos os passeios disponíveis, tem desde a Vila do Popeye aos penhascos de Dingli.

hello malta

O tour de Gozo e Comino ocorrem às segundas-feiras, começando a partir das 8 horas da manhã, que é quando o ônibus passa no seu hotel/residência. Com todo o mundo já no ônibus seguimos para o terminal do Ferryboat.

hello malta tour

Um dos ônibus da Hello Malta estacionado no Ferry Bout Terminal.

Antes de embarcarmos, a nossa guia Ana, uma maltesa bastante simpática e engraçada, deu-nos instruções para não se perder, pois o terminal estava entupido de gente.

tour malta

Ana com o seu guarda-chuva laranja, guiando-nos pelas ruas de Gozo.

Por fazer parte do tour, não precisamos pegar fila para comprar as passagens (já estão incluídas no preço).

Malta Gozo e comino Ferrybout

Ferry Bout.

A travessia é muito rápida, coisa de 15 minutos. Dentro do navio tem lanchonete e fora há bancos para quem quer viajar contemplando a paisagem. Quando menos esperei, já estava no terminal de Gozo.

IMG_4522

Ciranda em Gozo.

Uma vez em Gozo, pegamos novamente o bus e a nossa primeira parada foi na Igreja de Ta’ Pinu, construída com o dinheiro dos próprios moradores da ilha.

Malta Gozo Xewkija Rotunda Church

Ta’ Pinu.

IMG_4529 IMG_4532 IMG_4539

Depois da igreja, Ana nos levou a uma loja de souvenirs, onde são vendidas joias feitas com um material tipicamente maltês, além é claro de vender todo o tipo de lembrancinha.

IMG_4542

Anéis malteses.

soldados de malta

Soldados de Malta.

Como eu não queria comprar nada e já estava com fome, fui procurar alguma mercearia por perto. Não encontrei, mas em compensação, ao lado da lojinha, numa ruela deserta, achei um pé de Kumquatz, fruta que até hoje só vi em Malta.

Malta kumquatz hello malta

Fiz a minha camisa de cesta, igual quando eu era criança e catava umbú na roça, e roubei um monte de kumquatz, ainda bem que ninguém me reclamou. A fruta tem um gosta parecido com o da seriguela, porém é mais doce.

IMG_4548

Comendo a fruta no ônibus.

De lá o tour seguiu para aquele que era o lugar que eu mais aguardava, a Blue Window (ou Janela Azul), um cenários de Game of Thrones. Fiz um post sobre esta atração, veja clicando aqui.

IMG_4561 IMG_4565

Caverna, desfiladeiro, casas antigas, formações rochosas… Fiquei tão empolgado com o lugar que esqueci da hora e o motorista teve que buzinar pra eu voltar a me reunir com o grupo.

IMG_4588

A impressionante Blue Window.

Continuando a desbravar a ilha, partimos para Victoria que é a capital de Gozo. Fomos andando por umas ruelas, onde Ana parou para nos apresentar a charmosa casa de um dos escritores mais importantes do país. Veja a foto que postei no Instagram, aproveite e nos siga lá.

Infelizmente, quando chegamos no Centro Histórico deu uma ventania tão grande que as fotos não fazem justiça, já que eu quase as tirei de olhos fechados.

victoria gozo malta

IMG_4609 IMG_4616 victoria malta centro

Já eram quase duas da tarde quando fomos almoçar, e o almoço também está incluindo.  Cada um tinha o direito de escolher uma bebida de graça, porém o self-service era à vontade, então aproveitei para tirar a barriga da miséria e comi como se não houvesse amanhã.

IMG_4633 IMG_4634

E quando eu pensei que o tour tinha acabado, fomos para um lugar que exala história: o templo de Ggantija, que é mais velho que as pirâmides do Egito, imagine só. São 5600 anos, então há todo um trabalho de restauração. O ingresso de 9 euros também está incluso.

IMG_4637

Peça que representa a arte do povo Ggantija.

Ggantija Malta Gozo

Templo.

Ggantija Temple

Estrutura de restauração.

Depois desta volta ao tempo, seguimos em direção ao Ferry Bout Terminal, mas antes paramos para contemplar a ilha de Comino (foto de capa), lugar que serviu de cenário para o filme “O Conde de Monte Cristo, saiba mais clicando aqui.

comino malta

Agora sim, finalmente regressamos para tomar o ferry de volta.

tourmalta

Gozo viso do terminal.

Pra variar, a fila para entrar no barco estava imensa, porém inacreditavelmente outra vez foi tudo muito rápido.

IMG_4681

Informações Detalhadas

Este tour foi feito em inglês e alemão, mas há grupos em francês e em italiano. O passeio custa 55 euros por adulto (crianças 35), o que me pareceu bom, já que tudo realmente está incluso. Saiba mais sobre este e outros tours oferecidos pelo nosso parceiro clicando no banner.

hello malta

Embora o day tour tenha sido uma cortesia da Hello Malta, todas as minhas opiniões aqui expostas são livres e sinceras. Diga Hello para Malta também e bons passeios.

IMG_4707


Categorias: Sem categoria

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários