Em 2014, para comemorar o fim do meu mestrado, fiz um mochilão de 30 dias pela Europa. Os dois primeiros, eu passei em Barcelona, e entre os milhares de hotéis, hostels e Airbnbs disponíveis na cidade, optei por um quarto no apartamento de uma local chamada Milena.

Cheguei com minha mala de 15 kilos, toquei a campanha e ninguém me atendeu. Fiquei esperando uns 10 ou 15 minutos, já preparado para odiar a anfitriã e me vingar deixando uma review ruim. Por fim, a tal Milena chegou, pediu-me desculpa e explicou que o atraso se deu porque teve que resolver alguma coisa do mestrado que começaria a fazer.

Perguntei em que área seria sua pós-graduação, um assunto levou a outro, e quando dei por mim, estava eu sentado na cama, ela na cadeira ao lado, e a gente conversando por mais de 40 minutos. Nas 48 horas que se seguiram, tornamo-nos praticamente amigos de infância. Fiquei sabendo que ela na verdade era colombiana, que morava na Espanha a mais de 20, e como eu sou indiscreto, já sabia até quem era o traste do pai da filha dela, uma criança linda que faz jus ao nome de princesa que tem: Aurora.

Meu plano de vingança então não deu certo e lhe deixei uma review ultra elogiosa. Como podem ler abaixo.

milena airbnb eu

Clique para ampliar.

Sem combinar, Milena também me deixou um dos comentários mais positivos que tenho no Airbnb.

milena airbnb

“Uziel tem a particularidade de se conectar rapidamente com as pessoas devido o seu especial carisma e o seu grande senso de humor…”.

Ao fim do mochilão, voltei a Barcelona para os últimos 4 dias. Desta vez, havia reservado uma outra casa, mas mesmo assim eu e Milena marcamos de nos encontrar. Fomos a uma pizzaria com a filha dela, depois saímos os dois pela noite afora, conversamos sobre sonhos, medos… Em resumo: um dos melhores encontros que uma viagem já me proporcionou.

Como eu tinha certeza de que nunca mais voltaria a Barcelona, a única maneira de rever Milena era se um dia ela fosse a São Paulo, a fim de participar de algum congresso, algo que ela ansiava como acadêmica.

milena e eu

Em Barcelona.

A vida, no entanto, mostrou-se mais criativa que uma novela mexicana. Três meses depois da minha volta ao Brasil, eu adoeci, para ter o diagnóstico precisei fazer muitos exames, alguns terríveis, requerendo inclusive anestesia geral, e para completar o pesadelo, eu dava 42 aulas por semana na Fundação Bradesco, e tinha quase 300 alunos, o que significava quase 600 provas para corrigir por bimestre.

Com o diagnóstico dado, decidi mudar de vida. Pesquisei um país para passar um mês ou dois, e foi aí que me veio a Colômbia em mente. Pelo o que eu lia, lá agora era seguro, e contando ao seu favor, todos os colombianos que eu conheci foram pessoas simpáticas.

Uma semana após chegar a Bogotá, lembrei de Milena e lhe mandei no Facebook uma mensagem dizendo que eu estava na sua antiga cidade. Para minha surpresa, ela me respondeu dizendo que há 10 dias deixara Barcelona para voltar a viver em Bogotá. Como pouca coincidência é bobagem, estávamos morando a menos de 2 km de distância.

Com o passar do tempo, fui percebendo que coincidências são realmente bastante questionáveis. Acabei morando na Colômbia por quase dois anos, e talvez não teria sido tudo isto se Milena não estivesse lá. Após um mês, ela se mudou para uma cidade mais distante, embora ainda região metropolitana da capital, e com isso nossos encontros eram poucos, porém, muito importantes. E já vou explicar porquê.

milena bogotá

Para começar, nossos papos eram muito cabeça, tanto que alguns até transformei em post, como por exemplo, a ocasião em que divagamos acerca da diferença entre morar no 1º e 3º mundo; e a vez em que fomos parar na galeria de arte de uma amiga dela.

Outra situação que renderia um artigo, foi quando nós pegamos uma buseta, que é uma Van ou um bus da década de 80, o transporte público mais antigo e ultrapassado do país (acho que agora já até proibiram em Bogotá), e descemos em frente a mansão do tio dela, o qual vive no mesmo bairro onde Shakira tem uma casa.

Sair de uma buseta velha e entrar em um apartamento, cujo elevador privado já abre na sala de estar, é algo de bugar a mente de qualquer um. Depois da visita, fomos procurar uma pizzaria barata para comer, o que deu muito trabalho de encontrar naquela zona de rico. Em síntese: eu e Milena éramos como Betty, a Feia e Nicolas Mora, o que muda é que não somos tão prejudicados pela genética.

betty

Nicolas e Betty entrando numa buseta.

Sempre que eu estava chateado com algo, geralmente com o modo incumplido dos colombianos (mentem, não chegam na hora, não cumprem os combinados, etc), era para Milena que eu ligava, porque ela tem uma voz serena que acalma qualquer pessoa. Além do mais, ela também é um exemplo de como suportar as cruzes da vida.

Milena tem uns parente que só Jesus na causa. Pense numa pessoa injustiçada. Não vou expor aqui porque não pedi autorização, mas os problemas dela eram pesados. Assim sendo, eu servia como psicólogo, era comigo que ela desabafava, fazendo-se então de paciente. Por isso digo que nos conhecemos para que um ajudasse o outro nesta fase que estava por vir.

Admiro e aprendi muito com a resistência e perseverança de Milena. Mesmo nos momentos mais deprimentes, ela não perdia o astral e o poder de transmitir serenidade. Aurora tem nela um porto seguro infalível, e talvez ela se tornou tão forte assim justamente por causa da filha.

milena

Em Bogotá.

Seja como amigo, psicólogo ou paciente, Milena é a prova que essa minha vida de viajante nômade me deu mais ganhos do que perdas.

Siga-nos no Facebook para não perder a próxima amizade de viagem.

IMPORTANTE: Se você vai viajar, precisará de um seguro viagem (inclusive, para a Europa é obrigatório). Compre o seu com a Seguros Promo, empresa que trabalha com várias opções de preço, e receba 5% DE DESCONTO usando o cupom do blog: UZIPORAI5. Indico porque já usei (veja como foi minha experiência) e não tive problemas. Clique aqui ou no banner abaixo e confira qual se adequa melhor às suas necessidades.

Toda vez que efetuar a compra do seu seguro através dos links ou banners expostos no “Uzi Por Aí”, você estará nos ajudando sem pagar absolutamente nada a mais por isto.

Obrigado e ótima viagem!


Categorias: Amizade de Viagem

Deixe seu comentário

Este artigo não possui comentários